comercial@engehertz.com.br

Análise de Óleo Isolante

Análise Cromatografica

Determina a concentração dos gases dissolvidos no óleo mineral isolante.
A formação de gases em equipamentos elétricos imersos em óleo pode se dar devido ao processo de envelhecimento natural e/ou em maior quantidade, como resultado de defeitos.
A operação em presença de defeitos pode causar sérios danos aos equipamentos logo, é de grande interesse que se possa detectar o defeito em seu estágio inicial de desenvolvimento, podendo a natureza e importância dos defeitos ser precisadas a partir da composição dos gases e da rapidez com que são formados.

Análise Físico-Química

Determina a condição de isolação e o estado de envelhecimento do óleo mineral isolante.
Os resultados são comparados aos valores pré-estabelecidos em Normas. Valores fora dos limites especificados indicam necessidade de tratamento termo-vácuo, substituição ou regeneração do óleo mineral. A definição de cada ensaio segue abaixo:

  • Teor de água:
    Um elevado teor de água acelera a deterioração química do papel isolante e é indicativo de condições de operações indesejáveis, que requerem correções.
  • Rigidez Dielétrica:
    Serve para medir a capacidade de um óleo suportar tensões elétricas e indicar a presença de contaminantes como água e partículas condutoras.
  • Acidez:
    Indica que o óleo contém qualquer material ácido que além de aumentar a oxidação do óleo e formar borras, pode também promover a degradação do papel.
  • Cor:
    Um rápido aumento da cor indica deterioração ou contaminação do óleo.
  • Tensão Interfacial:
    Indica a presença de contaminantes polares que são substâncias químicamente ativas e, portanto vão acelerar o envelhecimento do óleo.
  • Fator de perdas dielétricas:
    (Fator de dissipação ou fator de potência):
    Um alto fator de perdas é uma indicação de presença de contaminantes ou de produtos de deterioração, como umidade, carbono ou matérias condutoras, sabões metálicos e produtos de oxidação.
  • Análise Furfuraldeído:
    Analisa o estado de envelhecimento do papel isolante, através da análise de derivados de furanos dissolvidos no óleo mineral isolante. Possibilita o planejamento da substituição do transformador com base de informações técnicas de envelhecimento e não da idade cronológica do equipamento.

Análise de Teor PCB:

A Determinação de PCB em líquidos isolantes não halogenados é realizada por dois métodos distintos. O método específico. Esta dosagem é indireta e requer atenção aos procedimentos sugeridos pelos fabricantes dos equipamentos potenciométrico baseia-se na dosagem de íons cloreto oriundos das moléculas de bifenila policlorada, após reação utilizada. O método cromatográfico segue dosagem com utilização de padrões e comparação de áreas em curvas de calibração.

Contamos com laboratório de ponto

Conte com nossa equipe, estamos sempre prontos para atender você, a ENGEHERTZ possui profissionais Habilitados cadastrados no CREA-SP para desenvolver atividades no setor da elétrica com base nas diversas necessidades de seus clientes, buscando a excelência nos serviços prestados.

Precisa de um orçamento?

Orçamento Expresso